sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Até logo e obrigada pelos peixes!

Depois desse post eu duvido que alguém continue a visitar esse blog. Vocês estão prestes a saber meu nível de loucura.

Pois bem, ontem cheguei à (recorrente) conclusão de que precisava organizar meus materiais de artesanato. E eu não evitei a tarefa, por menos que acreditasse que terminaria bem.

Meses atrás, comprei uma mesa, gaveteiro e uma estante, para dar um up no escritório em casa. A estante foi estrategicamente escolhida por ter duas portas na parte de baixo, que já na loja eu decidi (mentalmente, sem avisar o pobre marido) que seria onde eu guardaria minhas coisas. O resto da estante seria para meus livros, é claro.


(A prateleira logo acima é a casa dos meus livros e revistas de artesanato: reparou na ovelhinha ali? É aquela que comprei na feira de patchwork! Tão fofa!)

Então ali é que estava o problema que precisava ser resolvido HOJE! Veja a situação antes:


Começando da prateleira de cima, da esquerda para a direita, temos:
  • caixa de ponto cruz e bordado
  • a bolsa que comprei em Paris, com tecidos para fazer bichinhos de "pelúcia", como a ovelhinha
  • o pacote de plástico com o tricô cinza dentro é uma blusa que uma amiga pediu para que eu colocasse botões - então não conta como bagunça minha, eu só preciso que eu ou ela compremos os tais botões
  • embaixo do pacote, um novelo de "lã" (temos o costume de chamar qualquer coisa de lã aqui no Brasil, mas nós sabemos que as coisas não são bem assim, certo?)
  • na pilha ao lado, o novelo que vou dar à minha amiga, o novelo que ela me deu de presente, mais dois novelos de "lã"
  • ao lado, pilhas de pacotes de... bem, "lã"
  • embaixo disso tudo, os kits de bordado candlewicking que eu comprei (sim!) há muito tempo (meses, eu acho)
  • você não pode ver, mas atrás dessa parede, tem mais um monte de pacotes de fios para tricô
Na prateleira de baixo:
  • a caixa numerada em cima de tudo tem - adivinhe! - fios para tricô
  • uma caixa de botões para forrar
  • meu porta-trecos, que ganhei há muitos anos de minha amiga S., cheio de coisas variadas - agulhas, linhas...
  • minha máquina de forrar botões (serve para outras coisas, mas essa é a função que mais me atrai)
  • dois baldes de metal, que ganhei quando comprei tinta para o apartamento (na reforma de tempos atrás - foi ano passado, eu acho). Era promoção da marca, e é lógico que quando vi já os imaginei cheios de coisas craft - pena que só consegui ganhar dois, a coleção tinha quatro cores (você também gosta de ter tudo de uma coleção? Eu fico obcecada com essas coisas.)
  • um novelo perdido, que usei para fazer uns testes
  • um porta-revistas, com várias coisas além de revistas dentro dele
  • e você de novo não consegue ver, mas minha máquina de costura está atrás disso tudo, e também umas sacolinhas com mil coisas dentro
É claro que para arrumar isso tudo eu tive que tirar quase tudo do lugar. Os pacotes maiores de fios eu já sabia que não tinha muito que mudar, então apenas tentei agrupá-los. Dentro das bolsas, sacolas e sacos plásticos, encontrei vários UFOs, que voltaram, é claro, para o armário sem que eu pensasse muito neles (mas com uma pontada de remorso por não ter terminado todos eles ainda).

Na parte de baixo, a máquina de costura também não tinha pra onde ir. O que fiz foi tirar tudo que era material de costura e arrumá-los dentro do porta-trecos - ele tem três bolsos na frente, onde guardei os lápis de costureira e a tesoura de tecidos. Ok, também coloquei agulhas de crochê, as agulhas de duas pontas de tricô e um pacote de elástico. E também coloquei lá os alfineteiros e os botões. E os botões para forrar. E a matriz para forrar botões. Não me julgue, por favor.

Eu tenho um problema (bom, mais um!): não consigo jogar fora restos de costura. Linhas muito grandes que sobraram, retalhos de tecido... era o que tinha no balde de baixo. Resolvi descartar tudo, menos um pedaço grande de tecido que sobrou de uma bolsa que fiz. Ele ficou vazio! Quem diria... No balde de cima, estavam meus furadores de papel (tenho só dois, ainda não consigo me organizar com scrapbooking, mas adoro os furadores), velcro, um pedaço grande de barbante e restos de tecidos que não quis analisar na hora. Eu já tinha conseguido jogar um monte, deixei o resto pra outra hora. Ou não. É aquela ideia de que você pode precisar de algo assim que decidir jogá-la fora. Estou melhorando.

Veja como ficou:


Sei que olhando assim parece que não organizei coisa nenhuma, mas acredite, ficou MUITO melhor. Agora consigo ver tudo que está ali! A caixa de bordado continua ali, com a sacolinha de papéis para origami logo atrás, depois todos os fios para tricô, com alguns UFOs e WIPs em cima - agora fica fácil ver o que precisa ser feito. Na frente, deixei os kits de bordado que comprei da Lee Albretch (eles são pequenos, acho que dá pra fazer rapidinho, então quis deixá-los à vista). Também deixei coisas que comprei porque achei o máximo mas até hoje (ah, a vergonha...) não experimentei: kits para fazer fuxicos e flores de tecido.

Na prateleira de baixo, agora com muito mais espaço e mais bem organizados: o porta-trecos com as coisas de costura e outras miudezas (todas juntas, pelo menos), a máquina de forrar botões com os tecidos para pelúcia na frente, e de volta a seus lugares, a máquina de costura, com os baldes e o porta-revistas. Esse último agora tem várias coisas que não são revistas, mas fica fácil de encontrar tudo agora.

Para provar pra mim mesma que a organização foi surpreendentemente um sucesso:

A porta fecha! :) (aquele pequeno desnível é normal, pode acreditar)

Acho que tricô é o que mais ocupa espaço, não é? Estou me controlando para não comprar mais fios, não importa quantas promoções cheguem até minha caixa de e-mail!

Missão cumprida! Quem diria...

Mas aqui vai a loucura que falei no começo: ali não é o único lugar da casa onde tenho coisas de artesanato. Para desespero geral do meu marido, claro. Mas como ele não lê isso aqui, vou mostrar só pra vocês os outros lugares. Vocês não se acham especiais agora?


Aqui era onde minhas coisas ficavam antes. Claro que aqueles fios todos pra tricô vieram depois. Esse é o canto do armário do escritório em que guardamos mochilas - e logo de cara você vê o meu Drift Scarf saindo de uma bolsa! Ali também fica uma parte do presépio em ponto cruz. Por favor não repare na bagunça ali atrás.


Na parte de cima do meu guarda-roupa. As caixas azuis são de costura (cheia de tecidos para patchwork e manta acrílica) e bordado (tecidos, fitas, tantas e tantas coisas!). A lata de bombom eu ganhei (acho que já contei isso aqui...), cheia de linhas de bordado. A caixa branca com coração e a outra colorida, ganhei de presente. Dá pra ver que a parte de baixo precisa de espaço? Minhas roupas precisam ser passadas duas vezes: antes e depois de ir para o armário.

Hmm esqueci de tirar foto da parte de cima... é onde fica a sacola cheia de enchimento. Ah, é só uma sacola.


Essa é a poltrona da sala de TV onde eu costumo fazer as coisas à noite. Minha sacola das Tricoteiras é a que está por perto agora, com o presépio de ponto cruz e um projeto de tricô dentro. (Se você quiser uma sacola dessas também, pode comprar aqui. Adoro essa bolsa!)

Reparou na almofada de patchwork? Foi o resultado da minha primeira aula dessa técnica! :)


No caminho para fotografar outros lugares com coisas perdidas, digo, guardadas, está meu projeto de cenário (é como essa caixa com vidro na frente se chama por aqui). Eu queria que ficasse parecendo um cantinho com vasos de flores. Deixei em cima da geladeira, e cada vez que passo por ela fico pensando no que fazer pra ela ficar mais legal... nem colei as flores nos vasinhos ainda, de tanta indecisão. A pátina eu mesma fiz, e no fundo tem um guardanapo de decoupage. Aceito ideias!


Minha área de serviço tem um pequeno quarto anexo, onde coloquei a antiga mesa do escritório, que agora serve de apoio para a cesta de roupas para passar (diversão para o fim de semana!) e a bolsa que fiz e usava para ir à aula de artesanato. Aquela bolsa é ótima! Lá dentro tem pincéis, tintas, e várias outras coisas. Há planos para todos, mas arte é algo que não pode ser forçado, entende? (HAHAHAHA quanta desculpa... mas sério, quero usar tudo que tenho - há muito dinheiro gasto, ops, investido ali).


Há um pequeno armário para vassouras e produtos de limpeza ao lado daquela mesa - e em cima, mais coisas de artesanato! Ai ai... à esquerda, guardanapos para decoupage (com motivos de Natal, inclusive!), uma caixa em que gastei MUITO tempo e produtos para craquelar, e cuja tampa ficou horrível - e em cima das caixas dos patins (só fiz uma aula com minha amiga S. há meses, e eles foram comprados há ANOS - também pretendo aprender e andar bastante com eles - acredite em mim!) ... onde eu estava? Ah, sim, lá em cima você vê uma bandeja que estou pintando aos poucos (tenho que esperar a tinta secar e não tenho muita paciência) e uma caixa que também estou pintando e queria usar para as coisas de costura. Ou bordado, agora que as coisas de costura ganharam uma casa. O que prova que os materiais de pintura estão mesmo sendo usados, como eu disse que queria fazer.


Quer mais provas? Olha os pincéis aí na água (ou o que sobrou dela). Estão em uso sim!

Muito bem, acho que depois de tudo isso você dificilmente vai voltar aqui, não é? Se é que alguém leu tudo isso até aqui... enfim, eu sou muito empolgada para começar projetos, mas às vezes é difícil terminá-los. Mas estou determinada a colocar em uso tudo que está por aqui!

Podem me cobrar! :)

---
Ah, sim... ontem eu esqueci de mostrar o novelo que comprei pra minha amiga! Ei-lo:

2 comentários:

nos2emparis disse...

Eba! Adorei o novelo, é meu????

Vixi, vc mostrou a sua arrumação e me fez lembrar de como estou necessitada de fazer o mesmo!!!!

Bjão com muitas saudades!

Samanta disse...

Oie! :) Lógico que é seu, mal posso esperar pra ver o que você vai fazer com ele!
E acredita que descobri que tem mais coisa perdida aqui em casa? A arrumação vai ter que continuar...
Beijo! :)